,

Como criar uma lista de e-mails

criar uma lista de e-mails

O e-mail ainda é um dos melhores caminhos para criar e manter o relacionamento de uma marca com seu cliente. Criar uma lista de e-mails qualificada e segmentada é uma tarefa importante para o sucesso do seu planejamento digital.

Estatísticas que comprovam

A eMarketer lançou o resultado de uma pequisa em Julho de 2016 onde informa o percentual de aquisição e retenção do e-mail marketing perante outros meios, e temos os seguintes resultados para os três primeiros colocados:

  1. E-mail marketing: 81% de Aquisição e 80% de retenção;
  2. Busca orgânica: 62% de Aquisição e 36% de retenção;
  3. Busca paga: 59% de Aquisição e 43% de retenção;

Com base nos resultados acima, verificamos que criar uma lista de e-mails e iniciar suas campanhas de e-mail marketing é extremamente relevante para que você aumente a aquisição de clientes, e depois, mantenha a retenção deles.

Nunca compre uma lista de e-mails

Acredito que você já escutou isto de muito gente, mas é meu papel reforçar esta informação neste artigo: Nunca compre uma lista de e-mails.

Apesar de parecer um caminho rápido para começar a enviar campanhas de e-mail marketing, é também uma das melhores maneiras para ter resultados ruins, reputação suja e gastar dinheiro à toda.

O engajamento de listas compradas é extremamente baixo, pois, as pessoas da lista não conhecem sua empresa e muitas vezes não estão buscando os serviços que você está oferecendo.

Lembre-se: Mais fale você ter uma lista de 1.000 pessoas, onde 300 abriram sua mensagem (taxa de abertura de 30%) do que você ter uma lista de 10.000 pessoas onde as mesmas 300 abriram sua mensagem (taxa de abertura de 3%).

Além da diferença da taxa de abertura, em listas compradas não quer dizer que quem abriu sua mensagem é realmente um potencial comprador.

Enfim, como criar uma lista de e-mails

Uma lista de e-mails qualificada é um dos principais ativos de uma marca. Afinal, quanto investimento não foi feito para conseguir que usuários em potenciam forneçam o seu e-mail para que sua empresa possa estabelecer uma comunicação.

Para conquistar os contatos de sua lista você pode utilizar algumas técnicas e ferramentas interessante, são elas:

  • Landing pages: Em troca de fornecer um conteúdo privilegiado e interessante (muitos denominam como material rico) você solicita que o usuário preencha um formulário simples, onde normalmente é solicitado além do e-mail, o nome, telefone, cargo e empresa. Alguns materiais ricos comumente utilizados são e-books e infográficos;
  • Formulários de newsletter: Ter formulários onde você incentiva seus leitores a se inscreverem em sua newsletter para continuar recebendo atualiações é uma técnica antiga, porém que ainda dá muito resultados;
  • Modais de bounce: São aqueles “popups” que aparecem no momento em que você move o mouse para sair da página e pedem que você deixe algumas informações de contato (sempre o e-mail também) para continuar recebendo novidades;

Permita que o cliente saia da sua lista

Sempre em seu e-mail marketing deixa um link para que possibilite a pessoa se descadastrar.

Apesar de não parecer, o descadastramento pode ser algo bem positivo, afinal, é uma sinalização que o usuário não tem interesse de receber mais seu conteúdo, então, se isto estiver ocorrendo com uma certa frequência, você pode verificar algumas questões como:

  • O conteúdo que estou enviando realmente interessa o usuário?
  • A frequência que estou enviando o e-mail, está muito alta?
  • Como estes usuários que se descadastraram entraram em minha lista? Existe algum padrão ou origem que é desqualificada?

Além disto, é melhor que um usuário se descadastre de sua lista do que marque seu e-mail como SPAM e prejudique a sua reputação.

Comentários

comentário(s)