Esse post é uma reprodução do Apêndice B do livro “Lojas Virtuais com Magento”. Se você quiser saber mais sobre o livro, visite a página aqui no blog.

pílulas para dor de cabeça - imagem: Steve Wisbauer/PhotodiscCom o tamanho do Magento, não dava para esperar nada diferente de uma série de elementos que podem dar errado. Não que o software seja inseguro ou instável – é justamente o oposto disso, como ele tem uma arquitetura bem amarrada, qualquer peça fora do lugar pode fazer tudo desabar.

Os problemas do Magento não acabam nessa lista, mas aqui estão reunidos uma série de possíveis soluções para os problemas mais comuns. Se você não encontrar a solução aqui, há o fórum do próprio Magento, no site da plataforma, e comunidades em português, com pessoas dispostas a ajudar aqueles que querem ser ajudados. Vamos aos nove problemas comuns no Magento:

1)    Páginas não encontradas e erros de navegação

Os erros mais comuns de navegação estão associados a um componente chamado “reescrita de URL”. Nativamente, os endereços do Magento são compostos por uma série de variáveis em sequência, como sualoja.com.br/index.php/category/2/key/897656. Além de dificultar a vida do usuário, essa configuração não é amigável para os mecanismos de busca, que não entendem qual é a intenção dessa página.

Por conta disso, a reescrita é um mecanismo automático que permite que uma URL amigável como sualoja.com.br/sapatos-finos seja traduzida na URL complicada, que o Magento consegue entender. Essa operação depende de um módulo instalado no servidor e de um arquivo chamado .htaccess.

Na maioria das vezes em que os erros de navegação acontecem em sua loja virtual, um desses dois componentes está ausente. Você deve verificar se o mod_rewrite está instalado em seu servidor e habilitado no PHP e também se o .htaccess está na raiz do site, além de não ter tido seu conteúdo corrompido.

Se ainda assim não funcionar, desabilite a opção de “reescrita de URL”, no painel, em Sistema -> Configuração, Web e verifique se os erros persistem. Se persistirem, o erro pode ser de permissão de pastas ou de falta de componentes.

2)    Permissões de pastas e componentes faltando

O Magento não deixará você fazer a instalação se todos os componentes não estiverem no lugar e com a permissão correta. Mas isso não quer dizer que depois de instalado, você não possa sair apagando os arquivos e mudando as permissões. Enquanto você não apagar algo essencial, o Magento seguirá trabalhando.

Isso é um erro muito comum se você faz uma migração de um servidor de desenvolvimento para um servidor de produção. Muitas vezes, na cópia dos arquivos, proprietários e permissões são perdidas e arquivos se corrompem. Uma forma de evitar isso é fazer um pacote com sua instalação completa, de modo a preservar as permissões e evitar perda de arquivos, descompactando os arquivos no novo servidor.

Além disso, tenha cuidado para que o dono do arquivo seja o mesmo usuário do FTP e os arquivos estejam em um grupo com acesso ao usuário do servidor. Dessa forma, você pode manter as permissões abertas apenas para o dono dos arquivos e o grupo de acesso.

3)    Falhas no banco de dados

Uma outra possibilidade é que haja dados corrompidos no banco de dados – e essa é a situação mais complexa e que certamente não é para iniciantes. Alguns casos de falhas de navegação, categorias desaparecidas e até mesmo parada do painel de controle é um erro nas instruções da tabela core_config_data, que guarda as informações vitais do sistema. Como essa operação não é para iniciantes, tenha apenas como uma possibilidade, na hora de discutir isso com quem já tem bastante experiência na plataforma.

4)    Erros de servidor

Você está navegando em sua loja virtual e de repente dá de cara com uma página com a mensagem “Erro 500” ou “Erro Interno de Servidor”. Esse tipo de erro normalmente não está ligado diretamente a uma falha no Magento, mas a uma incapacidade do seu servidor de lidar com a requisição.

Eles podem ser ocasionados pela configuração “safe_mode” estar habilitada – lembre-se que o Magento precisa de safe_mode off para trabalhar – ou por permissões de pastas. Alguns servidores não aceitam permissões 777 em suas pastas e se recusarão graciosamente a trabalhar com essas permissões. Em ambos os casos, peça ajuda ao suporte de seu provedor de hospedagem.

5)    Alterações no painel não aparecem na loja

Esse erro é hours-concours: você fez alterações em seu tema, mudando alguns arquivos ou estilos, e quando atualiza sua loja virtual, nada acontece. Ou então, você atualizou um produto, incluindo-o em uma nova categoria, mas ele não está sendo exibido nessa categoria. Os culpados são dois: os índices e os caches.

Índices são resumos que o Magento prepara das informações armazenadas no banco de dados, de forma a permitir que as consultas sejam mais rápidas. O mesmo princípio vale pro cache, que é uma coleção de arquivos de suas páginas, previamente construídas e prontas para serem servidas aos clientes. Como a construção dos índices e do cache é feita periodicamente, se você não atualizá-los, continuará olhando para o passado de sua loja.

6)    Acesso negado à administração de um módulo

Após instalar um módulo, você tenta entrar nos menus de configuração, no backend, mas depara-se com uma mensagem de acesso não permitido. Para solucionar, basta limpar os caches, sair do painel e logar novamente. Nesse ponto, o Magento redefinirá as permissões e seu acesso ao módulo será permitido.

7)    Produtos não são exibidos na loja virtual

Essa situação também é comum: você cadastrou um produto, vinculou a uma categoria e já refez os caches e os índices, mas ele ainda não aparece na loja virtual. Para resolver esse problema, lembre-se que para aparecer na loja, um produto precisa atender aos seguintes itens:

  • ter a visibilidade marcada como “Catálogo, Busca”, “Catálogo” ou “Busca” – se estiver como “Não exibir individualmente”, ele só aparecerá como parte de outro produto
  • estar marcado como “Habilitado” em seu status
  • ter produtos em estoque
  • estar marcado como “Em Estoque”
  • estar vinculado a uma loja virtual, na aba “Sistemas”
  • estar incluído em uma categoria

8)    Erros no checkout

O checkout é a parte mais sensível no Magento e portanto, sujeito a interferência de vários fatores. Os sintomas mais comuns de erros no checkout são a numeração irregular nos pedidos (seus números não são sequenciais), erros no estoque e clientes sendo devolvidos à página inicial, sem concluir a compra. Você pode investigar as causas desses erros através dos relatórios que são encontrados em /var/report e também nos logs do servidor, mas normalmente, esses erros na finalização da compra são originários de:

  • capacidade do servidor, que não consegue sustentar as conexões ao banco de dados ou o número de visitantes simultâneos
  • módulos de cálculo de frete defeituosos
  • falhas em módulos de pagamento, que não devolvem a informação correta ao Magento
  • incompatibilidade entre os navegadores, especialmente na execução de scripts no lado do cliente

9)    Tela branca

O último erro no Magento a ser tratado aqui é a tela branca. Nesse caso, literalmente uma tela branca, já que o Magento sequer chega a gerar as informações de head da página, devolvendo apenas uma página vazia. Na maioria das vezes, a tela branca está relacionada à criptografia ou compilação de arquivos.

No caso da compilação, desabilite essa opção e limpe os caches. Conforme a construção da sua loja, ainda podem ser necessárias correções ou modificações em arquivos da loja. No caso da criptografia, basta retirar o arquivo de configuração XML do módulo que ocasionou o defeito.

 

E você, conhece mais algum erro que deveria estar aqui? Vamos aumentar essa lista, com os comentários de vocês.

Comentários

comentário(s)

45 respostas

Os comentários estão fechados.