Impacto do COVID-19 no Mercado Digital

A pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) que já atingiu mais de 293 mil casos confirmados no Brasil e pouco mais de 18 mil óbitos, nos trouxe hoje um novo hábito de viver e se relacionar.

Fomos obrigados a nos adaptar em tão pouco tempo a uma nova realidade, mudanças de hábitos cotidianos, novas formas de trabalho, de se comunicar e até mesmo de se divertir.

Diante deste cenário, o medo e a instabilidade econômicta vem tomando conta, e tem  afetado milhares de pessoas e empresas. Um estudo realizado recentemente pela ABRADi, Associação Brasileira de Agentes Digitais, aos comandos de Marcelo Sousa atual Diretor Executivo da Marketdata e Presidente da ABRADI Nacional, aponta que pelo menos 80% das empresas já tiveram ao menos 1 contrato renegociado.

O serviço mais impactado tem sido o agenciamento de mídias digitais. Já, por outro lado, social media e e-commerce devem sofrer menos uma vez que, a alternativa de consumo é por meio da venda online que vem crescendo desde o início da pandemia.

Com essas mudanças de comportamento dos consumidores, o que foi planejado estrategicamente pelas empresas antes do Covid-19 já não são mais apropriadas. Isto nos mostra que muitas agências estão tendo que expandir seu cardápio de serviços oferecidos, para evitar cancelamentos de contratos com clientes.

Outro fator destacado no estudo, são os prazos de pagamentos. Eles variam de 30 a 60 dias, anunciantes que também pediram ampliação podem chegar até 120 dias. Empresas do ramo de hotelaria e aviação, dois dos setores mais afetados neste momento, suspenderam os pagamentos por tempo indeterminado.

Porém o mais crítico, são os cancelamentos de projetos que já haviam sido aprovados antes da pandemia e agora com o cenário atual estão sendo deixados de lado. Anunciantes alegam a necessidade de redução de custos e realocação dos investimentos em marketing.

Esta mudança de cenário, trouxe um impacto significativo para os negócios. O digital que se encaixava, em uma vantagem de comunicação para algumas empresas e indústrias, hoje passou a ser essencial.  E muitas dessas empresas se veem forçadas a acelerar esse processo e testar novas ideias.

Mas o lado bom dessa mudança, é que agentes e agências digitais, tem a possibilidade de analisar ainda mais o comportamento dos usuários e consumidores, e são forçados diariamente a se reinventar em busca de soluções criativas para os clientes e quanto mais prestarem atenção aos motivos que as pessoas estão mudando e conseguirem mapear estes comportamentos, mais condições terão de atender.

Comentários

comentário(s)