,

O que é conversão?

O que é conversão?

Se o que você busca resultados no universo digital, um termo utilizado muito recorrente é conversão. Este artigo irá lhe mostrar o que é conversão e alguns conceitos e empregos normalmente realizados na estratégia de marketing digital.

“Se o conteúdo é rei, a conversão é a rainha. – John Munsell

Afinal, o que é conversão?

A conversão, dentro do universo digital, é aquilo que todos, em qualquer estratégia, esperam alcançar no último estágio do seu funil: uma venda.

Porém, para entendermos se nossa estratégia está adequada, medir a taxa de conversão é um parâmetro crucial para avaliar se o resultado está atingindo os objetivos esperados e ir calibrando de modo a assegurar taxas aceitáveis para a estratégia e por fim para o negócio.

O que mais pode ser considerado conversão?

Além de uma venda propriamente dita, podemos considerar conversão outras ações do usuário, tais como:

  • Cadastrar o e-mail para receber newsletter;
  • Preencher um formulário para baixar um e-book;
  • Solicitar um orçamento;
  • Entre outros…

Desta maneira acaba-se quebrando uma conversão total em “micro” conversões, onde pode-se medir o avanço em cada etapa do funil de vendas e ter uma calibração mais assertiva, pois os ajustes são feitos de forma mais focada para cada fase.

Tipos de conversão

Em geral podemos definir 2 (dois) tipos de conversão possíveis:

  • Conversão direta: Quando o resultado final da ação do visitante está direcionado à compra. É imediatista. Normalmente o resultado é uma venda propriamente dita, um pedido de orçamento, reservas, assinaturas, etc.
  • Conversão indireta: Quando o resultado final da ação está relacionado ao usuário fornecer determinadas informações pessoais em troca de algo. Apesar de não gerar resultado de forma imediata, possibilita a marca conhecer melhor seu usuário, impactá-lo com informações que aumentarão sua maturidade de compra e farão que avance nos estágios do funil de vendas.

 

 

Comentários

comentário(s)